Welcome
welcome to my blog

Não verás bem o design do blog com o Internet Explorer
Aqui poderás ver todos os meus desabafos e histórias ou apenas textos fictícios escritos por mim, espero que gostes :)
Tento aplicar o novo acordo ortográfico apesar de por vezes isso não acontecer. Identifico os meus textos com "CF" no final, caso não seja um texto da minha autoria estará devidamente assinalado entre aspas.
Se seguires por favor diz.
Pequenas Coisas Parte XIII
29 de agosto de 2011

39 comments



Maria ficou espantada ao ver aquilo, assim como Margarida e Joana, e entretanto Carolina acorda:
- Tanto barulho, são que horas?
- Carolina é o Diogo que está lá em baixo, penso que vai tocar-me uma música – responde Maria
- A sério?! – e Carolina levanta-se num ápice e corre até à janela e fica boquiaberta.
Entretanto já todos os residentes do prédio em frente estavam a gritar “começa!” e Diogo envergonhado lá começou a tocar uma música escrita por ele dedicada à Maria, pedindo desculpa por tê-la feito sofrer, e dizendo que apesar de tudo amava-a imensamente. Maria ficou comovida ao ouvir aquilo e Diogo no final da música grita:
- Maria, por favor dá-me outra oportunidade! Prometo não te falhar desta vez!
Maria demora uns minutos a responder e durante esse tampo já todos gritavam “aceita!” excepto as suas amigas que estavam ansiosas para saber a sua resposta, e Maria responde:
- Diogo, compreende que fizeste-me mal demais, e eu não consigo esquecer isso de um dia para o outro, estou demasiado magoada contigo – e entrou para dentro do quarto.
Carolina fecha a janela e vai para junto de Maria:
- Estás bem?
- Mais ou menos – responde Maria – eu vou dormir, é melhor.
Carolina vê Joana e Margarida à entrada do quarto mas diz-lhes para elas não entrarem, e elas assim o fizeram.
Na manhã seguinte no final de tomarem o pequeno-almoço decidiram ir ao shopping que ficava ali perto, mas ao sair de casa Maria depara-se com Diogo. Ele chama-a e ela vai ter com ele.
- Gostas-te da música ontem? – perguntou ele.
- Estava gira.
- Não gostas-te. – deduz Diogo.
- Não é não ter gostado, simplesmente não iria voltar tudo apenas por me teres cantado uma música tua – responde Maria.
- Faço tudo o que quiseres, diz-me apenas o quê.
- As coisas até podem nem voltar entende isso, vais ter de te esforçar imenso, e não vai ser nada fácil mesmo assim, vou ter com elas, adeus.
- Adeus Maria – responde Diogo.
- Então, que queria ele? – perguntou Carolina.
- Deixa, não interessa – responde Maria.
- Meninas eu convidei o Tiago para vir importam-se? – pergunta Margarida.
- Claro que não – responde Joana.
- Talvez até anime um pouco –comenta Carolina
Passado uns minutos Tiago junta-se a elas.
- Tiago! – grita Margarida.
- Margarida! – grita Tiago e abraça Margarida – e vocês!
- Está certo – responde Carolina a rir.
- Tiago, a Margarida é uma fofinha não é? – pergunta Maria.
- Sim, é mesmo um fofinha – responde Tiago e dá um beijo na testa de Margarida.
- Era só o que eu queria saber – responde Maria com um sorriso malandro.
- Maria! Por favor não comeces já a inventar coisas! – diz Margarida.
- Eu? Achas mesmo isso?! Nunca na vida – responde Maria num tom irónico.
- Prepara-te Tiago, ela já está a começar – diz Margarida.
- Prepara-te Tiaguinho – responde Maria a rir.
E todos se riram com estas conversas, definitivamente que já todos precisavam de ter daqueles sorrisos que já há algum tempo não existiam, tiveram o resto de uma manhã em grande pelo shopping, e pelo caminho para casa Tiago diz a Maria:
- Maria, sabes o Diogo anda mesmo muito em baixo.
CF

Older post | Newer post
18:48




Instagram