Welcome
welcome to my blog

Não verás bem o design do blog com o Internet Explorer
Aqui poderás ver todos os meus desabafos e histórias ou apenas textos fictícios escritos por mim, espero que gostes :)
Tento aplicar o novo acordo ortográfico apesar de por vezes isso não acontecer. Identifico os meus textos com "CF" no final, caso não seja um texto da minha autoria estará devidamente assinalado entre aspas.
Se seguires por favor diz.
Pequenas Coisas Parte XX
27 de dezembro de 2011

58 comments

Finalmente outra parte da história, peço desculpa pela demora imensa. Para quem quiser ler as outras partes da história poderá encontrá-las no separador "História" do lado esquerdo do post.


No final daquela conversa foram almoçar, e conforme combinado a Margarida e o Tiago passaram a tarde juntos numa praia mais vazia que a habitual.
- Que achas do que aconteceu com a Maria? – perguntou Tiago
- Acho que foram atitudes de pura imaturidade tanto da parte do Diogo como da Joana, sinceramente não estava à espera daquilo vindo da parte dela mas parece que afinal não a conhecia tão bem quanto pensava. – respondeu Margarida e pergunta – e qual é a tua opinião?
- Concordo contigo, não sei em que estava a pensar a Joana em ter feito aquilo a uma das suas melhores amigas, assim como não sei em que estava a pensar o Diogo visto que acho que ele gosta mesmo da Maria.
- Eu também pensava isso mas agora já tenho algumas dúvidas, tu ainda acreditas nisso?
- Acredito, não sabes como ele tem estado, penso que sabes como ele era extrovertido e ele agora mal fala tal como já disse à Maria o André comentou comigo que nunca o tinha visto assim antes.
- E não há hipótese de isso ser apenas uma espécie de fachada para a Maria o perdoar?
- Não penso que seja, acho que se ele não gostasse realmente dela não se iria preocupar minimamente para ela o perdoar e no entanto ele tem-se esforçado bastante.
- Achas que ele ainda vai fazer mais alguma coisa para a reconquistar?
- Tenho a certeza Margarida, ele não vai desistir tão facilmente.
- Farias o mesmo se tivesses numa situação semelhante? – perguntou Margarida.
- Eu nunca faria o que ele fez à Maria, não era capaz de magoar daquela forma a rapariga que amo, mas caso acontecesse outra situação que era necessário muito esforço para ela me perdoar sim, eu faria o mesmo que ele, nunca iria desistir.
- És um ótimo rapaz Tiago, tens um bom coração.
- Oh obrigado – responde Tiago e Margarida dá-lhe um beijo na cara.
Passaram o resto de uma boa tarde juntos, e entretanto passam-se alguns dias e num dia de manhã tocam à campainha da casa de Maria, Margarida vai abrir, era Diogo e ela pergunta:
- O que estás aqui a fazer tão cedo?
Ao que ele apenas responde:
- Estou a fazer o que está correto, a Maria está?
- Sim está Diogo.
- Chama-a se não te importares – pede Diogo.
Margarida entra dentro de casa e passado alguns minutos aparece Maria:
- Bom dia Maria – diz Diogo assim que a vê.
- Bom dia, o que queres? – pergunta Maria.
- Nada demais, pensei que talvez quisesses vir dar um passeio comigo.
- Onde?
- Pensei em ir pela beira-mar até à praia ao lado e depois irmos a um jardim, o que achas?
- Mas para que é isto Diogo? – pergunta Maria um pouco triste.
- Vá lá Maria, vem, apenas para falarmos.
- Está bem, vou eu vou.
E foram então até à praia.
CF
Visto que estive imenso tempo sem continuar a história gostaria que nos comentários me dissessem se querem que continue ou não.

Older post | Newer post
20:43




Instagram